Marco Chiodi pede limpeza em ruas do Bairro Alto da Tenda

Marco ChiodiO vereador Marco Chiodi pediu ao Prefeito a limpeza mediante roçada, capina e remoção dos detritos, nas ruas do Bairro Alto da Tenda, notadamente nas calçadas e nos terrenos às margens das ruas da Fonte, Maria das Dores Barbosa, Acre, Marcionílio de Brito e outras situadas nas imediações da Escola Honorina Albuquerque.

“As margens das ruas encontram-se literalmente tomadas de mato em ambos os lados, com prejuízos aos condutores de veículos ante a precária visão oferecida por causa do mato que se avoluma nas laterais da via, mas principalmente aos moradores e pedestres que convive com as adversidades decorrentes da falta de limpeza e asseio público desejável”, esclarece.

Considerando que a falta de limpeza adequada pode constituir-se num elemento que contribua para o aparecimento dos casos de dengue, venho através desta, solicitar a limpeza, priorizando dessa forma a saúde pública e garantindo o bem estar da população, sobretudo garantindo um melhor aspecto urbano.

“Os pedestres são obrigados a desviar o trajeto, forçados a abandonar a calçada por causa do mato que toma conta, que impede o uso regular do espaço público em face de suas deterioradas condições. Também, por oportuno vale considerar que o mato tem uma tendência para crescer e se avolumar rapidamente e que a situação se agrava a cada dia que passa, pois em virtude do fato apontado, o local possibilita o aparecimento de insetos, roedores como ratos, animais peçonhentos (cobras) etc..,  que podem colocar em risco a saúde pública, inclusive, o próprio vereador que abaixo subscreve testemunhou a travessia de uma cobra na rua em plena luz do dia”, explica o vereador. 

As constantes reclamações que estão sendo formuladas por munícipes interessados, residentes nas ruas acima descritas, os quais, inclusive, pediram nossa intervenção para encaminhamento de uma solução para o problema.

Moradores são obrigados a passar pela rua, por causa do mato

Moradores são obrigados a passar pela rua, por causa do mato

Também, é fato que devido à formação do matagal que toma conta das margens das ruas, os transeuntes e motoristas tornam-se vulneráveis aos riscos potencializados pela falta de limpeza da vegetação decorrentes da diminuição da visibilidade dos motoristas, e perigo aos transeuntes sujeitos à ação de pessoas imbuídas de tendenciosas intenções contrárias aos bons costumes, que aproveitam das facilidades do local para práticas de condutas contrárias aos bons costumes e para uso de entorpecentes.

“Assim, a limpeza imediata das laterais das ruas é uma providência que se impõem, de forma a minimizar os riscos que porventura venha ser provocados pela reduzida visão dos pedestres e dos condutores de veículos que utilizam das vias em questão, segurança dos moradores e usuários e para restituir uma imagem paisagística adequada ao lugar”, finaliza Marco Chiodi.

O matagal está atraindo cobras

O matagal está atraindo cobras