Montar o hospital de campanha, diz o vereador Jorge Pingas

Diante da crise que se estabeleceu com contaminação do coronavírus, surgiu a preocupação que diversas pessoas poderão precisar de atendimento médico vindo até Apiaí e faltar leitos, precisamos estar a um passo na frente dos problemas.

Considerando que somos sede para atendimentos de saúde para cinco municípios: Barra do Chapéu, Ribeira, Itaoca, Itapirapuã Paulista e Apiaí, é necessário prepararmos um hospital de campanha que poderia ser montado utilizando a estrutura do Ginásio Municipal de Esportes “Antônio Dimpino Pontes” – quadra coberta.

No dia 1º de abril, Luiz Henrique Mandetta, ministro da Saúde, participou de uma coletiva de imprensa em que fez uma declaração sobre outro benefício dos hospitais temporários: “Eles vão ser cada vez mais comuns no Brasil. Ao deixarmos as pessoas que estão em uma zona cinzenta de gravidade nesses lugares, evitamos a contaminação de todos os hospitais, inclusive dos que não têm UTI”.

Na prática trata-se de um mini hospital, como o que foi montado no Estádio do Pacaembu que cuida temporariamente das vítimas no local antes que possam ser transportadas com segurança para outras instalações, pois a pandemia exige muitas internações, que devem saturar o sistema de saúde. Os hospitais de campanha ajudam desafogar a demanda por leitos para pacientes com Covid-19 de baixa complexidade.

Nesses hospitais temporários, os leitos são separados de acordo com certas características do paciente. Casos suspeitos ficam em uma ala, enquanto os confirmados em outra, por exemplo. A evolução do paciente é acompanhada constantemente até o momento de sua alta.

Jorge Pingas, representa o Poder Legislativo de 17 municípios no Condersul – Consórcio de Desenvolvimento das Regiões Sul e Sudoeste do Estado de São Paulo, citou a possibilidade de buscar o apoio politico para que possa ser montado, lembrou os recursos que o governador destinou ao Vale do Ribeira com o projeto Vale do Futuro que poderia, considerando a emergência, ter uma parte empregada nessa montagem.

Afirmando esperar que a região tenha poucas vítimas, destacou: “É preciso estar preparado….”, citou que o secretário municipal de Saúde estaria conversando com os prefeitos a respeito dessa ação.

Falou que o presidente do Condersul, Marco Citadini, prefeito de Capão Bonito, está buscando apoio para a região poder passar esse momento difícil.

Durante a conversa também comentou a situação complicada em que estão os empresários, trabalhadores e autônomos, defendeu que medidas para proteger o emprego e renda sejam tomadas com urgência pelo governo, pois, “não estamos em condições de fazer opção, entre a vida e economia, precisa é amenizar os problemas”.

Recomendou no final do seu comentário a importância de se observar os cuidados que o governador e equipe técnica da saúde estabeleceram, pois são conhecedores do assunto, concluiu de forma otimista: “Devemos estar seguindo as recomendações do governador, para que possamos ter menos óbitos, precisamos estar unidos para vencer essa etapa, nossa população é guerreira, tem muita força de vontade e com certeza vamos estar vencendo essa dificuldade que nos foi apresentada. Com a união e boa vontade vamos conseguir superar….”.

WhatsApp Image 2020-04-13 at 10.07.22