Samuel e Vanderlei discutem transposição de Água do Vale do Ribeira para a região metropolitana de São Paulo

Samuel e VanderleiNo dia 12 de maio, os vereadores Samuel do PT e Vanderlei Borges de Lima estiveram na Reunião preparatória ao II Seminário Sobre Água e Meio Ambiente realizado em Eldorado para construção de uma proposta para pagamento ao Vale do Ribeira pelas águas captadas aqui e que vão a outras regiões.

“A água é essencial para a vida dos seres humanos e para o desenvolvimento das atividades econômicas. São Paulo enfrenta uma crise grave de abastecimento e uma das obras emergenciais anunciadas pelo governo, o Sistema de Produção São Lourenço (SPSL), está sendo construída no Vale do Ribeira, que é conhecido pela abundância de recursos hídricos e pela manutenção de importante área de vegetação nativa”, esclarece Samuel do PT.

“Desperdício, poluição e privatização da água são questões debatidas no país e no mundo. A crise hídrica que afeta grandes regiões do país está relacionada à falta de chuva, ao desmatamento na Amazônia e à extinção do Cerrado brasileiro, e ao fato de que, frequentemente, a nossa sociedade não usa a água com inteligência e precaução. Em São Paulo, o problema é mais grave em função da ausência de planejamento e de investimentos públicos no estado mais populoso do país. A Transposição de Água do Vale do Ribeira para a região metropolitana de São Paulo vai aumentar a disponibilidade de água na represa Guarapiranga, para consumo e para as atividade econômicas. A obra foi aprovada no Comitê de Bacia do Vale Ribeira. É necessário discutir de maneira ampla, com diversos setores da sociedade, o acompanhamento da implantação do projeto; as medidas de compensação propostas; e a valorização deste recurso tão precioso que é a água que o Vale do Ribeira produz em abundância. Essa discussão nos leva a refletir sobre o modelo de desenvolvimento que se quer para a região e sua compatibilidade com a produção de água”, conclui Vanderlei.