Polaco Moura pede agilidade dos Correios para entrega de correspondências

PolacoNa última sessão ordinária, ocorrida no dia 09 de abril, o vereador Polaco Moura apresentou o Requerimento nº 028 de 2015, que foi aprovado pelos demais pares, com a finalidade que fosse oficiada à diretoria da empresa Correios S.A., responsável pela região de Apiaí, no sentido de que os agentes da empresa passe a efetuar entrega domiciliar de correspondências em locais onde ainda não é realizado entrega atualmente, por exemplo, em Pinheiros II e CDHU III, bem ainda, tome as providências necessárias com vistas à sanar a demora na entrega de correspondências nos bairros e centro da cidade de Apiaí.

“Sabemos que nos dias de hoje, é impossível a convivência social sem os mais variados meios de comunicação, entre os quais, telefonia, correios e outras modalidades postas à disposição da coletividade. Mas, o fato é que os moradores dos bairros Pinheiros II e CDHU III reclamam da falta de entrega domiciliar de correspondências, forçando-os a constantes buscas junto à agência local na procura das mais diversas entregas, quer de correspondências e outros serviços prestados pelos Correios. Outra reclamação recorrente é o fato de nossos habitantes se queixarem na impontualidade de pagamentos de contas e outras obrigações sujeitas a prazo justamente por causa do atraso no recebimento das faturas e demonstrativos, situação que ocorre fora de prazo”, explica o vereador.

É fato comum, ainda que ocasionais, esperas longas e demoradas nas filas da empresa para verificação da existência de correspondências aos interessados situados no conjunto residencial, além de transtornos e incontáveis aborrecimentos que tem sido aguardar a espera para socorrer-se de um serviço custeado e que deveria ser feito de forma direta, contínua e eficientemente pela empresa junto aos destinatários, numa inversão de valores que se depara os usuários, fonte de prejuízos consideráveis.

 “Por isso apresentamos o requerimento, aguardando providências da diretoria da empresa para que resolva os problemas apontados, esperando uma pronta manifestação positiva”, conclui Polaco Moura.